Arquivos de sites

Previsões esportivas: NFL Playoffs 2012

Green Bay de Aaron Rodgers é o favorito, mas terá pedreira pela frente - Bill Kostroun/AP/NFL.com

Janeiro é um mês relativamente fraco esportivamente, e a exceção fica por conta do futebol americano, que tradicionalmente dá o pontapé inicial para o novo ano com a disputa dos bowl games decisivos da NCAA e com o início dos playoffs da NFL.  Devido à minha ausência nas últimas semanas, serei obrigado a apresentar meus palpites a partir da fase divisional, que será disputada neste final de semana. Apenas uma das quatro partidas da repescagem realizadas no último final de semana trouxe emoção, e bote emoção. O time da casa ganhou com certa facilidade as três primeiras partidas, e esta sequência parecia estar prestes a cair quando o favorito Pittsburgh Steelers entrou em campo contra o Denver Broncos, que jogava em casa beneficiado pela conquista da fraca AFC Oeste, e tinha um retrospecto muito inferior do rival (8 vitórias dos Broncos contra 12 dos Steelers). E após três derrotas consecutivas que acabaram com a magia do quarterback Tim Tebow, merecidamente o novo queridinho da América, o jogo não despertava muito interesse para a maioria das pessoas. Ocorre que Tebow estava numa tarde inspirada e arrebentou no início do jogo, abrindo boa vantagem para os Broncos. Os Steelers resolveram jogar e empataram a partida no final, levando à primeira prorrogação da NFL sob novo formato, onde em caso do time que receber a bola inicialmente assinalar apenas um field goal, seu adversário terá a chance de empatar ou vencer a partida na próxima posse de bola. E não é que, na primeira jogada da prorrogação, Tebow achou seu receiver Demaryius Thomas, que bateu seu marcador e correu para um touchdown de 80 jardas, selando a vitória e o avanço dos Broncos para a próxima fase. E Tebow ainda se deu bem, pois seu contrato recheado de cláusulas de incentivo previa um bônus de US$250 mil em caso de classificação para esta nova fase.

Antes de palpitar sobre o desenrolar das próximas semanas, gostaria de revisitar meus palpites de setembro, o que me traz bastante satisfação pela grande quantidade de acertos. Acertei oito dos doze times classificados para os playoffs, e o único palpite ruim foi colocar o pífio St. Louis Rams como vencedor da NFC Oeste, e depois ver o time acabar com apenas duas vitórias na temporada. Estou receoso em relação ao meu palpite para o Super Bowl, devido à grande irregularidade do New Orleans Saints nas partidas fora do Superdome. Acho que a disputa está bastante aberta na NFC, pois os quatro times (Green Bay Packers, San Francisco 49ers, Saints e New York Giants) possuem equipes fortes e capazes de vencer todos os adversários, de ambas as ligas. Não ponho fé em mais uma partida mágica dos Broncos, e acho que os desfalques no ataque não permitirão um maior avanço do forte Houston Texans, que classificou-se pela primeira vez aos playoffs e venceu sua partida de estréia no último sábado.

Meus palpites, bastante guerreiros, para o restante dos playoffs:

NFC Divisional:

Green Bay Packers 23 x 27 New York Giants

San Francisco 49ers 17 x 30 New Orleans Saints

AFC Divisional:

New England Patriots 27 x 13 Denver Broncos

Baltimore Ravens 24 x 16 Houston Texans

NFC Championship:

New Orleans Saints 34 x 30 New York Giants

AFC Championship:

New England Patriots 27 x 31 Baltimore Ravens

Super Bowl XVI:

New Orleans Saints 30 x 23 Baltimore Ravens

Vou manter meu palpite da pré-temporada e torcer para o segundo título dos Saints nos últimos três anos, pois adoraria rever o craque Drew Brees no Super Bowl novamente. Tenho certeza que os três jogos da NFC serão espetaculares, bem como a provável decisão da AFC. A conquista do time seria um final perfeito para o incrível ano do quarterback que tivemos, onde Brees destruiu o recorde de quase 30 anos de Dan Marino. Além de Brees, Tom Brady e Aaron Rodgers também tiveram atuações fenomenais, num nível jamais visto anteriormente na NFL.

Tenho certeza que os próximos finais de semana serão deliciosos para nós, fãs desta maravilhosa liga.

Playoffs da NFL começam com emoção e surpresas

Craque Aaron Rodgers comemora pelos Packers - Espn.com, Al Bello/Getty Images

Devido às minhas férias e agenda incontrolável, não comentei sobre o encerramento da temporada regular da NFL na semana passada, e por isso não dei minhas opiniões sobre a mesma nem os playoffs, que começaram ontem e há alguns minutos encerrou-se a última partida do Wild Card.

Meu post de 9 de setembro, na véspera do início da temporada, apresentava meus favoritos para cada uma das divisões e para o Super Bowl. Acertei metade dos classificados na NFC e quatro dos seis na AFC. Apesar de não serem favoritos neste momento, vou manter meu palpite para o Super Bowl dado em setembro, com a vitória do Baltimore Ravens sobre o Green Bay Packers.

Sei que é fácil dar palpite depois do páreo corrido, mas meus picks para o Wild Card eram New Orleans, NY Jets, Baltimore e Green Bay, e acabei errando na surpreendente vitória do Seattle Seahawks, primeiro time na história da NFL (quase 90 anos) a chegar ao playoff com mais derrotas que vitórias, sobre o campeão do ano passado, o New Orleans Saints.

O fato mais legal das próximas rodadas dos playoffs está nos grandes confrontos entre rivais que se odeiam, e já enfrentaram-se duas vezes na temporada. Acho que o New England vence o NY Jets e que o Baltimore passa pelo arqui-rival Pittsburgh. Depois os Ravens batem os Patriots e o provável MVP Tom Brady debaixo de neve e frio em Boston, chegando ao Super Bowl. Na NFC creio que o Green Bay vence em Atlanta e faz o mega clássico em Soldier Field contra o Chicago, que passa fácil pelo Seattle. Os rivais da NFC North farão um jogo de muita defesa, provavelmente também sob muito frio e neve, mas os visitantes da terra do queijo levam a melhor pela presença de Aaron Rodgers, na minha opinião um dos melhores quartebacks da liga.

Como de costume, a temporada trouxe gratas surpresas e terríveis decepções. As surpresas positivas foram a linda campanha do Tampa Bay, com o despontar do garoto QB Josh Freeman jogando certinho, do St. Louis com o novato QB Sam Bradford e do Kansas City. Estas equipes vinham de diversos anos muito ruins e cresceram bastante em 2010. As decepções foram várias, mas as principais foram o Minnesota e suas patéticas polêmicas a cada semana, o meu querido e cada vez mais ridículo Washington, que continua sem comando e tomando sempre as decisões erradas, e o Tennessee, que caiu muito de produção e só não dispensou o treinador Jeff Fisher porque o ele é bom demais e a cara da equipe.

Tudo pronto para o início da temporada 2010 da NFL

Drew Brees, quarterback do campeão Saints - John David Mercer/US Presswire

Após sete meses, desde o emocionante Super Bowl disputado em Miami, hoje à noite a NFL, principal liga esportiva dos EUA dará o pontapé inicial para a nova temporada. O atual campeão, New Orleans Saints do craque Drew Brees, recebe seu adversário na final da conferência nacional em 2009, o Minnesota Vikings, mais uma vez comandado pelo veterano Brett Favre, que após nova novela aceitou o convite do time para, ele diz, sua última temporada.

A NFL é a liga mais equlibrada dentre as grandes ligas esportivas norte-americanas, fato que permite uma equipe que enfrenta problemas recuperar-se rapidamente, e a cada ano as surpresas aumentam. Com pequenas exceções, caso do Indianapolis Colts, New England Patriots e Philadelphia Eagles, que frequentaram os playoffs durante toda a última década, liderados por treinadores e quartebacks diferenciados. Será curioso assistir aos Eagles sem Donovan McNabb, o grande quarterback do time e meu jogador favorito, que foi trocado para o rival Washington Redskins, meu time do coração. Apesar de McNabb e da excelente contratação de Mike Shanahan como treinador, os Redskins ainda têm muitos pontos fracos, e não creio que devam ter muito sucesso em 2010.

Aqui vão meus palpites para a temporada, com os classificados para o playoff em negrito:

NFC East: Dallas, NY Giants, Washington, Philadelphia

NFC South: New Orleans, Atlanta, Carolina, Tampa Bay

NFC North: Green Bay, Minnesota, Chicago, Detroit

NFC West: San Francisco, Arizona, Seattle, St. Louis

AFC East: New England, Miami, NY Jets, Buffalo

AFC South: Indianapolis, Houston, Tennessee, Jacksonville

AFC North: Baltimore, Pittsburgh, Cincinnati, Cleveland

AFC West: San Diego, Kansas City, Denver, Oakland

Super Bowl: Ravens 24 x 23 Green Bay

Ainda dá tempo pra vocês se inscreverem em uma liga de Fantasy Football, que apresentei anteriormente, e curtir ainda mais esta temporada. O que acharam dos meus palpites, que por sinal são bem parecidos com 80% dos analistas da NFL aqui nos EUA? 😉

%d bloggers like this: