Arquivos de sites

Hoje começa o melhor campeonato de futebol do mundo !

Sterling e De Bruyne, do Manchester City, a incógnita da Champions League deste ano – uefa.com

A UEFA Champions League 2015-16 se inicia hoje, com a participação de praticamente todos os principais clubes europeus, exceção feita para os grandes de Milão, que para piorar as coisas não conseguiram nem as vagas para a Europa League, a forte, mas secundária, competição do continente.

Será a 24a edição desde a renovação que tornou a Copa dos Campeões em uma competição mais robusta, com a inclusão de mais clubes das principais ligas nacionais, e a cada ano crescendo na preferência de todo o planeta, com audiência em todo o mundo premiações astronômicas. A equipe campeã desta edição deverá embolsar mais de 70 milhões de euros em premiação e direitos de transmissão. Para comparação, o vencedor da última Libertadores da América não embolsou nem 10% deste montante.

Uma característica marcante das edições da Champions desde a reformulação é o fato de nunca ter havido um bicampeão em anos consecutivos. Diversos clubes venceram múltiplas edições desde 1993, principalmente Barcelona, Real Madrid e Milan, que foi o último a defender o título com sucesso em 1990. Na fase anterior da Copa dos Campeões, houveram cinco bicampeonatos, dois três e um penta, com o Real Madrid nos cinco primeiros anos da competição, na década de 50.

O atual campeão e melhor time do mundo é o Barcelona, que entra com um alvo gigante nas costas e terá que suar para acabar com esta sina. Conta com o melhor ataque de todos os tempos do futebol mundial, com três jogadores sul-americanos fenomenais (Messi, Suarez e Neymar), e um elenco que se comporta muito bem sob comando de Luis Enrique. A Juventus, finalista de 2015 se enfraqueceu demais com as vendas de Vidal e Tévez, mas muitos concorrentes chegarão com força, especialmente os ingleses de Manchester (City e United) e Londres (o Chelsea começou a temporada muito mal mas tem um time fortíssimo), além de Real Madrid, Bayern de Munique e o cada vez mais robusto Paris Saint-Germain, que não para de reforçar seu ataque, nesta ano com o craque Di Maria.

Meus palpites para os vencedores dos oito grupos:

A – Real Madrid e Paris Saint-Germain

B – Manchester United e Wolfsburg

C – Atlético de Madrid e Benfica

D – Manchester City e Sevilla

E – Barcelona e Roma

F – Bayern de Munique e Arsenal

G – Chelsea e Porto

H – Zenit e Valencia

Arriscar um destes gigantes para ser o campeão é uma loucura, mas escolherei o Barcelona, chegando ao difícil bicampeonato, pois a maioria dos rivais possuem falhas reais, seja no elenco ou principalmente no banco, que podem dificultar na hora de decidir. Técnicos fracos no Real Madrid, Manchester City e Paris Saint-Germain podem causar problemas, e no caso de Bayern de Munique e Chelsea o problema fica por fragilidades defensivas das equipes. Escolho o Chelsea como o principal candidato a superar o Barcelona, pois o elenco é forte e o treinador José Mourinho é capaz de liderar uma sequência  que carregue o time ao título.

A Europa League vem sendo dominada pelos espanhóis na última década, com 4 títulos do Sevilla e 2 do Atlético de Madrid, e neste ano a surpresa pode ser o Athletic Bilbao, que goleou o Barça na final da Supercopa da Espanha e é sempre um adversário difícil no País Basco. Os terceiros colocados da fase de grupos da Champions entram na fase de mata-mata, e existem vários candidatos a este título que poderão surgir pelo caminho da Champions. Outra força será o Borussia Dortmund que voltou a encantar nesta temporada, e é meu candidato ao título da Europa League em 2016.

A nota triste para os brasileiros fica por conta da aquisição dos direitos de transmissão por parte da Turner/Esporte Interativo, canal com mínima penetração nas TVs a cabo, o que impedirá os amantes do bom futebol e acompanhar esta competição. Depois de décadas de cobertura pela ESPN, teremos que seguir o melhor torneio do mundo através de melhores momentos e gols, nos noticiários esportivos. Uma pena !!!!!

Previsões esportivas – Champions League 2011-2012

Sorteio da Champions League deixou grupos equilibrados - Sportsfile/UEFA.com

Para todos nós que gostamos de um bom futebol, tenho a boa notícia de que está chegando a hora da edição 2011-2012 da UEFA Champions League, na minha opinião disparadamente a melhor competição de futebol (anual) do planeta. Está anos-luz à frente da Libertadores e mais ainda do Mundial de Clubes da FIFA. E se compara da a todas as competições futebolísticas, a coloco na quarta posição, atrás da Copa do Mundo, Eurocopa e Copa das Confederações, disputadas a cada quatro anos entre grandes seleções.

Aos que já se acostumaram com meus palpites, dá pra perceber que eles são fruto de alguma pesquisa sobre o momento de cada equipe, análise dos adversários e cruzamentos, somados a uma pitada de preferência pessoal e a inclusão de alguma zebra ou polêmica. Quase nunca acerto os vencedores, mas acho que venho apresentando bom resultado quanto aos competidores que chegam nas fases finais, na maioria das vezes.

Há um ano apresentei minha primeira previsão para a Champions, escolhendo Barcelona, Chelsea e Bayern de Munique como meus favoritos. O Chelsea mostrou que é um verdadeiro freguês e amarelou diante do Manchester United nas quartas, e o Bayern entregou a classificação para a Internazionale, perdendo um confronto “ganho” que serviu para acabar com a equipe no restante da temporada. O Barcelona jamais tirou o pé do acelerador e atropelou todos seus adversários, levando o título de forma merecida, e até certo ponto fácil.

Aqui vão meus classificados de cada um dos oito grupos, e no final um breve relato com minhas apostas para esta edição da Champions:

Grupo A

Bayern de Munique e Manchester City

Grupo B

Internazionale e CSKA Moscou

Grupo C

Manchester United e Benfica

Grupo D

Real Madrid e Lyon

Grupo E

Chelsea e Valencia

Grupo F

Borussia Dortmund e Arsenal

Grupo G

Porto e Shakhtar Donetsk

Grupo H

Barcelona e Milan

Infelizmente o sorteio de hoje, que poderia trazer grandes confrontos em verdadeiros “Grupos da Morte”, acabou dividindo muito bem as equipes, colocando as maiores forças dos potes 3 e 4 contra os times mais fracos dos potes principais, e com exceção do equilibrado grupo A, os demais não apresentam dúvidas quanto aos eventuais vencedores, e em muitos deles até o eventual segundo classificado, caso dos grupos C, D, F e H.

2011 nos provou que o Barcelona é o melhor time do mundo, e quem sabe de todos os tempos, e não há como imaginar um cenário onde eles não conquistem o bicampeonato em maio de 2012, contra qualquer adversário, na final a ser disputada na bela Allianz Arena em Munique. Reforçaram o time com as contratações de Cesc Fàbregas e Alexis Sánchez, que formarão um banco de luxo nas posições de segundo meio-campista e ponta-de-lança respectivamente. Josep Guardiola teve sucesso com a experiência de Javier Mascherano como zagueiro, e assim ganhou maior flexibilidade para compor seu time na defesa, juntamente com o outro coringa, o excelente francês Éric Abidal.

O Manchester United de 2011 parecia o meu São Paulo do Muricy, com um time monótono mas muito forte. O time continua igual nesta temporada, e junto com o Real Madrid, será novamente o principal candidato a destronar os catalães. O Real gastou muito menos do que nos anos anteriores, algo positivo em um elenco inchadíssimo, e com exceção do imbatível Barça, tem time superior a todos os demais, e pode chegar na final caso tenha mais sorte nos cruzamentos da fase mata-mata, e evite os arquirivais antes da decisão. Com exceção do grotesco Pepe, o time só tem bom jogador, que poderiam ser melhor aproveitados caso o nojento José Mourinho assim desejasse, especialmente nos clássicos.

Já desisti do Chelsea, time que não aprecio mas sempre considerei candidato ao título, e quem sabe desta vez eles queimam minha língua. As primeiras partidas do time na Premier League não me convenceram, mas ainda é cedo e devemos esperar para ver se o novo técnico português André Villas-Boas conseguirá o tão sonhado título para seu bilionário patrão. O clone de Mourinho fez grande sucesso no Porto e agora tenta repetir o mesmo no Chelsea, onde o antecessor ganhou tudo na ilha mas jamais chegou perto de conquistar a Europa.

Minha surpresa será o Borussia Dortmund, que tem um monte de jovens e bons jogadores, e será o time que torcerei para ir longe, e quem sabe causar zebras e conquistar esta Champions. Não ponho nenhuma fé nos italianos, mais uma vez em entressafra, e acho que o Manchester City sofrerá pela falta de camisa, nas fases decisivas.

A cabeça vai de Barcelona e o coração de Borussia Dortmund. Agora quero ver os palpites dos meus amigos leitores.

Previsões esportivas – Ligas domésticas européias

O atacante Cacau comemora um gol pelo Stuttgart - Getty Images/Uefa.com

A temporada do futebol europeu está começando (começou recentemente em alguns países, e se bobear nem começa na Espanha), e aqui vão meus tradicionais pitacos sobre as ligas, nos principais países do continente. Como não tive tempo de analisar detalhadamente a situação de todos os campeonatos, visitei o site de apostas Bwin, para verificar quem são os favoritos em cada um dos países, e a maioria dos clubes mencionados abaixo estão entre aqueles que pagam no máximo 10/1 em caso de título.

Itália

A temporada 2012 da Serie A TIM promete o início da recuperação da Juventus, sob comando do promissor Antonio Conte, algo muito positivo para o futebol italiano. Após anos de sofrimento, devido ao esquema de corrupção que causou a perda de títulos e rebaixamento para a segunda divisão, a Vecchia Signora começou a se levantar no ano passado e deve incomodar um pouco em 2012. Mesmo assim, não possui elenco para disputar o título com os rivais milaneses, que pouco se reforçaram mas continuam com times fortes, mesmo que sem grande brilho. A possibilidade de contratação de Carlitos Tevez pode significar o diferencial necessário para levar a Internazionale ao título com maior facilidade. Independente deste reforço, que no momento parece improvável, acho que a Inter não permitirá o bicampeonato do rival Milan, e retoma a frente com o título do italiano em 2012.

Alemanha

A Bundesliga, disparadamente a liga mais organizada e rentável da Europa, começou há três semanas e a maioria dos principais clubes já tropeçou nas primeiras rodadas. O bicho-papão Bayern de Munique e o atual campeão Borussia Dortmund são os favoritos no Bwin, muita à frente dos rivais nos odds, mas eu incluiria o Stuttgart e o Schalke 04 entre os candidatos ao caneco desta temporada, com Bayer Leverkusen (o São Caetano da Alemanha, sempre ficando com o vice) correndo por fora. Gosto muito do Dortmund e acho que podem dar muito trabalho na Champions League, pois contam com jovens craques, que vimos destruir o Brasil no amistoso da semana passada. Apesar disso, acho que o foco na Champions e a ressaca do título de 2011 impedirão o bi dos amarelos, deixando a briga para Bayern e Stuttgart, que conquistará o título de forma apertada.

Inglaterra

O campeonato inglês, que até uns 15 anos atrás sempre primou pela razoável quantidade de equipes em condições de brigar pelo título, tornou-se muito monótono nos últimos anos (desde a criação da Barclays Premier League), com o completo domínio de Manchester United e Chelsea, que alternam-se nas conquistas há um bom tempo. Liverpool e Arsenal, antes fortes candidatos, hoje estão claramente abaixo dos favoritos, e foram superados pelo Manchester City, que sempre foi o patinho feio da cidade, mas que vem recebendo absurdo investimento árabe e é disparado o clube que mais investe na contratação de jogadores no momento. A briga ficará entre os rivais do norte da Inglaterra, mas apesar do susto, os Red Devils do United sairão vencedores e conquistam o bi.

Espanha

O campeonato espanhol é uma verdadeira piada, pois é aquele cuja distância entre os dois candidatos ao título e os demais 18 concorrentes é um verdadeiro abismo. O Bwin paga mais de 40/1, caso o terceiro favorito (Valencia) seja campeão, e apenas 1.65 para a máquina do Barcelona atinja o tetracampeonato. O Real Madrid, que vem manchando sua hornosa tradição desde a contratação do inescrupuloso treinador José Mourinho, está logo atrás e paga 2.25 em caso de conquista. Apesar de sempre ter sido fã do Real, tenho tanto nojo do técnico português que torço até pelo Corinthians contra sua equipe. Caso a temporada da Liga BBVA aconteça, devido à greve que já gerou o adiamento do início da competição, vai dar Barça na cabeça, e ainda de quebra de forma invicta.

França

Outro clube que se beneficiou com a entrada de petrodólares foi o Paris Saint-Germain, principal clube da capital francesa, mas com pouquíssima tradição e sucesso no futebol. Os árabes abriram o bolso e, sob comando do diretor de futebol Leonardo, gastaram quase 100 milhões de dólares nesta temporada, sendo a principal contratação o jovem meia-atacante argentino Javier Pastore, que fez grande temporada no Palermo no ano passado. Pinta junto dos favoritos ao título, no campeonato que mais se assemelha ao brasileiro, devido ao grande equilíbrio e variedade de campeões, fato que não se repete nos vizinhos, onde ano após ano somos obrigados a ver os mesmos dois ou três concorrentes. De acordo com os sites de apostas, seus principais rivais na Ligue 1 serão os Olympiques (Lyon e Marselha) e o atual campeão Lille. Em homenagem a Leonardo e Raí (grande ídolo do clube), meu palpite ficará com os parisienses que chegarão ao terceiro título nacional, depois de 18 anos.

Portugal

Os sites de apostas que visitei nem colocaram odds para a Liga Zon Sagres, e com razão. O Porto foi campeão invicto em 2011, e mesmo com a venda do centroavante colombiano Radamel Falcão nesta semana, continuo um imenso favorito ao título. Seu arquirival Benfica sempre pode complicar, pois também possui um bom elenco, mas infelizmente o Sporting está muito distante, e nem deve incomodar mais uma vez. O Porto conquista o bi em 2012.

Aguardo os comentários e palpites dos meus amigos leitores.

Previsões futebolísticas – Finais das Competições Européias

Copa dos Campeões e bola da final - Getty Images/uefa.com

A UEFA realizou os sorteios para a reta final das suas principais competições nesta sexta-feira, e o resultado trouxe grandes expectativas para torcedores e amantes do bom futebol, com alguns confrontos e possibilidades de cruzamentos muito interessantes.

Começando pela mais simplória Europa League, que surpreendentemente terá 3 equipes portuguesas nesta fase, já que o Braga aprontou uma zebraça e eliminou o Liverpool, com um 0x0 em Anfield na noite de ontem, e juntou-se aos mais potentes Benfica e Porto. O Sporting do meu grande amigo André já havia dado sua tradicional amarelada e foi eliminado na fase anterior, senão poderíamos ter metade das vagas nas mãos dos nossos queridos lusitanos. Os holandeses também chegam com força, com PSV e Twente, mas também poderiam ter mais um, caso o Ajax não fizesse um papelão ao ser massacrado pelo Spartak Moscou, que bateu os holandeses nas duas partidas. Aqui vão meus palpites até a final, onde os vencedores das quartas estão em negrito e os da semifinal em itálico:

Braga x Dynamo KyivBenfica x PSV

Porto x Spartak Moscou / Villareal x Twente

Tenho fé nos meus palpites das quartas, mas na semi escolhi os portugas, pois seria uma final maravilhosa em Dublin, com dois dos maiores rivais do futebol mundial decidindo um título desta importância. Neste caso, torcerei e acho que o Porto bate os lisboetas e leva mais um caneco para sua vasta coleção.

Na Champions teremos um confronto que estará disparadamente na frente dos outros, colocando frente a frente os rivais Manchester United e Chelsea, que decidiram o título da competição em 2008 em Moscou. Além disso, o sorteio reservou uma apetitosa provável semifinal entre Barcelona e Real Madrid, que devem passar pelos adversários e jogar fogo na Champions. Será uma beleza ! Da mesma forma que na Europa, aqui vão meus palpites:

Barcelona x Shakhtar Donetsk / Real Madrid x Tottenham Hotspur

Internazionale x Schalke 04 / Chelsea x Manchester United

Apesar do insuportável José Mourinho, que montará um esquema melhor para não levar outra sacolada do rival, acho que o Barça passa pelo Real, pois não creio que os merengues consigam fazer duas partidas perfeitas, e em pelo menos uma delas sofrerão muitos gols. Vou manter meu palpite do início da competição e continuar com fé no Chelsea, que pegou a molezinha do Copenhague nas oitavas mas terá o caminho mais difícil daqui em diante, tendo que passar pelo United e Inter. Jogando em casa, mesmo que no estádio de Wembley, os blues vencerão os favoritos catalães e dará a Roman Abramovich o tão sonhado título da Champions League.

Champions League chega nas quartas-de-final

Marcelo comemora seu belo gol pelo Real Madrid - Getty Images/uefa.com

Surpreendentemente, acertei quase todos os meus palpites para as oitavas-de-final da Champions League. Como vocês podem ver neste meu post de dezembro, errei apenas o Milan, e mesmo assim deixei claro que considerava sua parada difícil, não tanto pela qualidade do Tottenham, mas pelo fraco desempenho do time nesta temporada, apesar de estarem liderando um horrível Campeonato Italiano até o momento.

Acompanhei alguns dos 16 jogos nas últimas semanas, e aguardo ansiosamente o sorteio dos confrontos finais, que será realizado na próxima sexta-feira (18 de março), para poder cravar meus palpites para o desenrolar da competição. Independente disso, continuo considerando o Barcelona muito acima dos demais, mas começo a ter alguams preocupações em relação ao time. Apesar de um meio-campo simplesmente fenomenal, que controla a posse de bola por 2/3 do jogo, o miolo de zaga do time é bastante fraco, e o time sente muito a ausência de um centroavante matador. David Villa é muito talentoso, mas é jogador de esquema e ainda não se adaptou na equipe. Além disso, não é um centroavante de ofício, e quando um torneio como esse chega nas fases finais, os jogos ficam mais difíceis e com poucas chances de gol, o que pode prejudicar o Barça.

Por outro lado, o Chelsea vem numa temporada muito irregular e ainda não definiu um time, mas caso isso ocorra, possui um elenco completo em todas as posições e pode facilmente conquistar o título. Outro time que vem numa montanha-russa é a atual campeã Internazionale, mas desde que Leonardo assumiu apresentam um desempenho brilhante. O reforço do atacante italiano Giampaolo Pazzini tem sido uma grata surpresa, e é provável que o talismã de 2010, o argentino Diego Milito, retorno em breve para estufar as redes adversárias.

Aguardem minhas previcões durante o fim de semana. Um abraço.

%d bloggers like this: