Brasil correndo perigo no Ranking da FIFA

Brasileiros deixam o campo após eliminação - Getty Images

A FIFA apresentou seu aguardado e importante Ranking na manhã de hoje, e apesar de não trazer grandes surpresas, deu uma chacoalhada em alguns países, como já ocorrera na edição de junho, devido à disputa de importantes competições regionais como a Copa Ouro (CONCACAF) e a Copa América (CONMEBOL).

A seleção do México foi quem mais alternou nestes últimos meses, pois conquistou a Copa Ouro e ganhou 19 posições em junho, chegando na nona posição. Mas o desempenho fraco na Copa América, com seu time C, fez com que os mexicanos despencassem onze posições na edição de julho. Os vizinhos dos Estados Unidos também sofreram bastante, caindo seis posições em julho, e agora estão na trigésima posição, pior colocação deles em três anos. Isso ocorreu pela perda de relevância dos bons desempenhos na Copa do Mundo em 2010 e na Copa das Confederações em 2009, bem como pelos resultados ruins na última Copa Ouro, quando conseguiram perder do Panamá na primeira fase.

O outro lado da moeda apresentou a disparada do Uruguai, após o merecido título da Copa América. Os celestes atingiram a melhor colocação desde o início do Ranking da FIFA, com o quinto lugar, colados no Brasil. As trezes posições ganhas pelo Uruguai ficaram pequenas diante das 16 do Chile, 24 do peru e 29 da Venezuela, que aparentemente chegou no grupo das seleções competitivas, com o belíssimo desempenho na Copa América. Ficou claro que um dos facilitadores deste pulo por parte de algumas sleeções foi o México, que com seu timinho perdeu suas três partidas na Argentina, dando pontos importantes para Uruguai, Chile e Peru no Ranking.

Isto ocorreu devido ao formato de cálculo dos pontos (P) do Ranking da FIFA, que é obtido pela multiplicação de quatro fatores:

M: Resultado da partida (3 pontos por vitória, 2 por vitória nos pênaltis, 1 por empate ou derrota nos pênaltis, e zero nas derrotas)

I: Importância da partida (4 em Copas do Mundo, 3 nas Copas Continentais e das Confederações, 2,5 em Eliminatórias e apenas 1 em amistosos)

T: Nível do Adversário, baseado no Ranking da FIFA (2 para o líder, 1,5 para número 50, 1 para o número 100 e 0,5 para qualquer time abaixo do número 150)

C: Nível da Confederação das Equipes, baseado no desempenho nas três últimas Copas do Mundo(1 para UEFA e CONMEBOL até 0,85 para AFC e OFC)

Considero este um critério bastante justo e eficiente, onde a FIFA acertou o modelo do Ranking em 2005, e aparentemente não pretende alterá-lo tão cedo. Este sistema oferece grande vantagem para o vencedor da partida, o que por si só torna-se correto. Outro fator bastante justo está no nível do adversário, que recompensa os resultados mais difíceis. Os demais fatores geram alguma polêmica, pois a diferença de peso entre as confederações poderia ser um pouco maior, já que as equipes da Oceania não são apenas 15% inferiores às da Europa. E nem as sulamericanas merecem o mesmo peso das européias, na minha opinião.

Por fim, a importância da partida. Considero este fator razoavelmente equilibrado, com importância para partidas que valem alguma coisa, mas acho que ainda deveria incluir um outro nível, distinguindo entre partidas das fases iniciais e finais das competições oficiais. A derrota da líder Espanha para a Suíça na primeira partida da Copa de 2010 recebeu o mesmo peso que a vitória sobre a Holanda na final. Mas este não é o único problema deste fator I. E é nele que o Brasil provavelmente será significativamente prejudicado nos próximos anos, como ocorreu com a Alemanha entre 2005 e 2006 e com a África do Sul entre 2008 e 2010. Também vêm sendo afetadas as seleções da Ucrânia e Polônia (sedes da Euro 2012) desde o final de 2010. O que estas seleções têm em comum ? Foram, ou serão, sede de grandes competições internacionais, que requerem a disputa de eliminatórias, cujas partidas possuem peso 2,5 e são disputadas durante longo período. Os países-sede ficam livre destas disputas, e neste período disputam apenas amistosos, com peso 1, e muitas vezes contra adversários mais fracos. Países da CAF e CONCACAF aidna se beneficiam, como ocorria na CONMEBOL até 2007, de disputarem copas regionais a cada dois anos.

Devido à Copa do Mundo de 2014, o Brasil terá apenas amistosos entre o mês de agosto de 2011 e junho de 2013, com a disputa da Copa das Confederações, para somar seus preciosos pontos no Ranking. Finalmente, o último cálculo para o Ranking leva em conta as partidas mais recentes. Os jogos dos últimos doze meses contam 100%, que se reduzem para 50%, 30% e 20% nos doze meses subsequentes. Desta forma, em junho de 2013 o Brasil terá um ano de amistosos a 100%, outro de amistosos a 50%, um ano de maus resultados em amistosos e na fracassada Copa América de 2011 a 30%, e apenas 20% para o último ano da criticada mas bem-sucedida fase sob comando de Dunga. A não ser que a CBF agende somente jogos difíceis, e ao contrário dos últimos confrontos o Brasil consiga ganhar de algum time ao menos razoável, existe o risco de despencarmos muito no Ranking da FIFA nos próximos dois anos. Mais uma razão para descermos a lenha (mesmo que sem o menor impacto) no querido presidente da CBF, Ricardo Teixeira. Resta torcer para que consigamos um milagre contra a Alemanha, daqui a algumas semanas em Stuttgart, e depois no dia 11 de outubro, também fora de casa, contra o México, aí sim um jogo um pouco mais fácil, mas que também pode apressar a queda caso nosso “excelente” treinador Mano Menezes continue seu ótimo desempenho na seleção canarinho.

Anúncios

About maesano

Entrepreneur at heart, Brazilian living in Central Virginia, father of beautiful 5-year-old twins and married to the greatest woman on Earth

Posted on 27/07/2011, in Futebol Brasileiro, Futebol Internacional and tagged , , , , , , , , , , , , . Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Comente

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: